Inatel planeja investimento para estar na EPTV o ano todo

Estudo antecipado permite que ações sejam pulverizadas e com objetivos institucionais e promocionais definidos


Mirella Silva da Silva, coordenadora de Assessoria de Comunicação da Inatel, planeja ações com a EPTV com antecedência 
 Juntos de janeiro a janeiro: assim Mirella Silva da Silva, coordenadora de Assessoria de Comunicação da Inatel (Instituto Nacional de Telecomunicações), em Santa Rita do Sapucaí (MG), resume a parceria com a EPTV. O instituto nasceu em 1965 e foi a primeira instituição de ensino do país a oferecer um curso superior de Engenharia em Telecomunicações. 


Atuante nas áreas de ensino, pesquisa, extensão, empreendedorismo e forte relacionamento com a comunidade, Mirella ressalta que a pauta Planejamento de Mídia é discutida com mais de 1 ano de antecedência, pois os objetivos da comunicação são vários e a jornada do cliente no segmento de educação é complexa e envolve pais e alunos. "A EPTV nos ajuda a impactar pessoas que são influenciadores deste processo de escolha, seja um professor, pai, o avô, a família. A gente percebe que a linguagem rápida da TV colabora para mostrar quem é o Inatel. Então, por isso a nossa preocupação de estar sempre todos os meses divulgando através de campanhas institucionais e promocionais mostrando, por exemplo, o que o Inatel tem feito, criando um endosso da nossa marca".

Mirella ressalta que são anos de parceria com a EPTV e inúmeras campanhas de sucesso de divulgação de vestibular também em outras regiões de abrangência da emissora e campanhas institucionais, com foco no diálogo com os telespectadores. "A construção de marca é um caminho, é uma história que você conta aos poucos, não é uma história que você conta em 30 dias. Cada vez mais, acredito que com o volume de comunicação que recebemos todos os dias, de todo mundo, nós vamos escolhendo aquilo que mais nos identificamos e quando uma marca está mais presente e tem sinergia, a tendência é a escolha dessa marca. Então, nesse ponto o veículo TV ajuda muito a distribuir essa comunicação".

O Inatel também possui uma ligação muito forte com a comunidade de Santa Rita do Sapucaí, que conta com um pouco mais de 42 mil habitantes e é considerada o Vale da Eletrônica, devido a quantidade de empresas de tecnologia que se concentra na região. O Inatel já formou mais de 8 mil engenheiros e dentro do instituto existe uma incubadora que é a maior geradora de empresas para o estado de Minas Gerais, além de seu trabalho no desenvolvimento do padrão brasileiro de TV digital e atual participação junto à União Europeia na concepção da tecnologia 5G. Um importante projeto do Inatel de conscientização com a comunidade e em parceira com a EPTV Sul de Minas é o Lixo Eletrônico, destaca a coordenadora. "Coletamos nas cidades vizinhas a Santa Rita e na região sul de Minas o lixo eletrônico das cidades e a EPTV é uma parceria institucional. Mês a mês estamos na TV falando sobre onde estaremos fazendo coleta. Seria muito mais difícil este projeto ter sucesso sem a parceria com a EPTV", finaliza Mirella Silva da Silva.